terça-feira, 27 de abril de 2010

PARTIR

“Única testemunha do meu horizonte.
Comemorei sentado, quieto, com a boca cheia, a minha maior conquista: PARTIR.
Ainda que minha viagem durasse apenas um único e mísero dia.
Parti
para a minha mais longa travessia e mesmo que ela só durasse esse único
dia,eu havia escapado do maior perigo de uma viagem da forma mais
terrível de naufrágio: NÃO PARTIR...”

Amir Klink

2 comentários:

Tatiana disse...

È muito lindo!!!!!!Mê tu tem que escrever mais ( da tua própria cabeça!!!)!!!. Tu escreve tão bem, estou sentindo falta. Bjs

Mel Prates disse...

Pois é Tati... minha inspiração anda "ausente"!!!

Mas vou pensar no assunto.

Beijos